Aprovado a Lei Complementar 155/2016 que altera as regras do Simples Nacional a partir de 2018

 

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Foi aprovado a Lei Complementar 155/2016 que traz alterações à partir de 2018 nas regras de tributação das empresa enquadradas no Simples Nacional.
Com a nova regra foram alterada as tabelas segregando para 6 faixas de tributação e aumentando o limite de R$ 3.600.000,00 para R$ 4.800.000,00
Além disso também foram criados os valores a deduzir no cálculo do imposto.

Para efetuar o cálculo o contribuinte deverá utilizar as alíquotas efetivas, calculadas a partir das alíquotas  nominais constantes das tabelas dos  Anexos I a V.

A alíquota efetiva é o resultado de:

RBT12xAliq-PD

RBT12

I – RBT12: receita bruta acumulada nos doze meses anteriores ao período de apuração;

II – Aliq: alíquota nominal constante dos Anexos I a V desta Lei Complementar;

III – PD: parcela a deduzir constante dos Anexos I a V desta Lei Complementar.

VEJA AQUI AS NOVAS TABELAS

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Uma resposta para Aprovado a Lei Complementar 155/2016 que altera as regras do Simples Nacional a partir de 2018

  1. Dedicated servers disse:

    Considera-se empresario quem exerce profissionalmente atividade economica organizada para a producao ou a circulacao de bens ou de servicos. A desta Lei Complementar, podera enquadrar-se como MEI o empresario individual ou o empreendedor que exerca as atividades de industrializacao, comercializacao e prestacao de servicos no ambito rural que possua um unico empregado que receba exclusivamente um salario minimo ou o piso salarial da categoria profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×